Blog

22/02/2017
924 visualizações

6 maneiras simples de superar o medo de empreender

Superar o medo de ter o próprio negócio é uma habilidade que qualquer pessoa pode aprender. O problema é que a maioria das pessoas se apegam aos seus medos de ficarem sem emprego e desamparadas, então o medo se torna parte de quem elas são. Elas geralmente dizem “Eu sou assim, fazer o que?”, “Não tenho personalidade para empreender”, “Não nasci para empreender”. Apesar de a maioria estar descontente com um emprego mediano e sem futuro, o medo de empreender às acompanha pela vida inteira lhe mantendo presas nessa condição.

Se você não estiver pronto para confrontar e questionar seus medos de ser dono do seu próprio negócio, você provavelmente não estará pronto para transcendê-los. Mas não se preocupe, não há nada de errado nisso. Tudo acontece ao seu devido tempo.

Se você estiver disposto a ler e praticar as dicas contidas neste artigo, então tenho certeza que você está pronto para dar mais um passo à diante. Seja por ter procurado por esta informação, ou simplesmente por ter esbarrado nela, de qualquer maneira, isso não é apenas uma coincidência. Então vamos dar uma olhada em algumas das maneiras simples de lidar com o medo de empreender.

1) Tenha consciência dos danos causados pelo medo:
Antes de superar o medo, você tem que estar ciente de que, a maioria dos medos causam enormes estragos em nossas vidas. O medo foi feito para nos proteger, mas o problema é que, os elevamos a níveis de importância altíssimos, que por sua vez, passam a nos controlar e nos impede de avançar e evoluir com o nosso projeto de ter nosso próprio negócio. É fácil nos apegarmos a nosso emprego sendo uma fonte responsável pelo nosso sustento. É fácil nos apegarmos a nossos pensamentos e sentimentos de insegurança e achar que ser dono do seu nariz é algo assustador, difícil e perigoso. A verdade é que, isso está longe de ser real. Quando você abandona a carteira de trabalho e vem para o lado do empreendedorismo, não consegue mais voltar a ser quem era antes. Você passa a AMAR DESAFIOS. Passa a ver suas possibilidades de transcender seus antigos medos e de prosperidade com muito mais otimismo e vigor.

2) Identifique com clareza quais são seus medos:
Seja extremamente específico(a) sobre o que exatamente você tem medo
. Medo da pobreza? Do desemprego? Da falência? Da morte? Da doença? De ficar só? Dos projetos darem errado? Olhe bem para as imagens e pensamentos em sua mente. Observe suas sensações e sentimentos sobre sua situação. O que você consegue ver e sentir? Do que você realmente tem medo? Reflita a respeito.

3) Pratique a curiosidade:
Embora a curiosidade possa ter “matado o gato”, ela certamente não vai fazer mal algum aos seus medos. Desenvolva a curiosidade sobre quais pensamentos desencadeiam seus medos de abrir seu próprio negócio? Onde você sente o medo no seu corpo? E como você reage a isso? Pratique ser um(a) observador(a) do que está acontecendo, não uma vítima das suas sensações corporais. Faça várias pesquisas sobre a linha de empreendimento que você quer trabalhar. Quando mais informações você descobre, mais seguro se sentirá sobre qual mercado é mais promissor e as possibilidades de sucesso do seu novo business.

4) “Ancore-se” no aqui e agora:
O que está faltando no aqui agora?
Existe alguma coisa no aqui e agora lhe ameaçando? As coisas que você teme dar errado já são fatos consumados? Já aconteceram? O fato é que, quando você centrar-se no aqui e agora, você perceberá que tudo é como é. Você naturalmente aceita o que é. Você percebe que as coisas apenas são. Se “ancorar” no poder do aqui e agora é tão simples quanto sentir seu corpo e sua respiração. Meu livro favorito sobre esse assunto é O Poder do Agora escrito por Eckhart Tolle. Eu altamente recomendo que você o leia. Quanto mais sabemos sobre algo, menos o tememos.

5) Pratique a gratidão:
Sempre que você sentir medo ao pensar no seu novo negócio, substitua-o com o que você sente gratidão na sua vida. Faça uma lista do que lhe faz sentir gratidão: das pessoas maravilhosas que existem na sua vida, das suas posses, dos amigos, das oportunidades de crescimento e aprendizado etc... Carregue essa lista contigo e releia sempre que precisar. Se você tem medo de falar em público, pratique ser grato pela oportunidade de se comunicar e contribuir na vida das pessoas. Pense que elas estão lá apenas para ouvir o que você tem a compartilhar. Tire o foco de você e da sua performance. Foque na sua contribuição. Foque em ajudar. Se você tem medo de deixar seu emprego e ficar sem dinheiro, pense na oportunidade que você terá para se desenvolver, atingir metas e principalmente agregar valor na vida das pessoas com os seus produtos\serviços. Pense no impacto que você irá causar na vida das pessoas que você quer ajudar com seu empreendimento.

6) Coloque seus medos no papel:
Colocar seus medos no papel é extremamente importante, porque tentar vencê-los através do processo mental raramente funciona. Na sua mente ele é muito mais forte do que você. Se você for pego em pensamentos de negatividade, tome a atitude de colocá-los no papel imediatamente. Medos são apenas sensações. Eles são criados pela nossa imaginação e fazem com que a realidade pareça mais assustadora do que realmente é. Quando você coloca seus medos no papel, eles perdem a força sobre você, porque você percebe que a realidade não é tão ruim quanto a sua imaginação projeta ser. Então ação! Coloque hoje mesmo essas dicas em prática. O medo morre de medo de gente proativa!

Esperamos que você tenha gostado desse material e fique a vontade para compartilhar com outros colegas de profissão. Nosso desejo é ver as lojas de veículos cada vez mais organizadas e com um melhor desempenho. Até a próxima.

Escrito por: Anderson Maia – Coach e Consultor Especialista em Performance Emocional

Site: www.seniorcoaching.net

Compartilhe: